Seguidores

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Geometriapaixonante

Amo a geometria de teu corpo!
Eu, que odeio matemática,
Encontro em teu rosto a símile da perfeição,
A união de seu conjunto ao olhos do (eu) observador,
Do resultado da equação de sua estrutura corpórea,
Tão simétrico, interativo, e sedutor.
Da cor de sua derme,
Da forma e brilho da tua córnea,
Do equilibrio que possui entre a ordem e o caos,
Da beleza natural que condiz com o que é mais atraente,
Do padrão de beleza proporcional feita em fôrma,
És um enigma a ser desvendado fracionamente,
E eu resulto amando a geometria da tua forma...

2 comentários:

  1. Se eu tivesse coragem mandava isso pra uma pessoa..kkk!
    Ta mt bonito Karol, dá pra sentir a paixão daqui consumindo.
    :*

    ResponderExcluir
  2. WOW! Poesia matemática nada cartesiana!

    ResponderExcluir